domingo, 24 de junho de 2012

CANTIGAS DE OXUM ORIXA



CANTIGAS  OU ORIN DE XIRÊ OXUM


Saudação de Oxum: Rorá Yeye ó, ofi de ri  oman.


1 – Cantiga de OXUM:

E FIBÔ E FIBÔ LOIA Ó LÓ XUN (BIS)


2 – Cantiga de OXUM:

IA MINIBU O MIRO DO ORIXÁ OLÊ LÊ, (BIS)


3 – Cantiga de OXUM:

KEN KE OXUM OMI XORO DO,

A INA INA KEN KE OXUM OMI XORODO,

A INA INA,


4 – Cantiga de OXUM:

OXUM KARE, KARE IJEXA, (BIS)


5 – Cantiga de OXUM:

ALABAO ERU MA FÉ,

OFÉ LARIÔ,
 

Oriki de OXUM/OSUN (saudação, Louvação, Reza, Invocação) 



Oriki de Oxum
Oxum é uma mulher com força masculina.
Sua voz é afinada como o canto do ega.
Graciosa mãe, senhora das águas frescas.

Explicação: Oriki, Oriqui, Adura, Gbadura, Reza, Louvação, Louvar, Invocação, Saudação, Despertar, Acordar, etc..., normalmente utilizada no candomblé e no Culto Aos Orixás de nação (Keto, Alaketo, Engenho velho, Opojonjá, Nagô, Axé Oxumarê, Culto a Ifá, Santeria Cubana, (Los Orishas) etc... (santo, divindade, deuses, protetor, guardião, anjo da guarda, Pai de cabeça). Praticado na hora em quer for pedir, oferecer, fazer, cultuar, agradar etc.. . Vários são os termos utilizados dependendo e variando de cada tipo de culto religioso, mas que não muda muito o sentido e sim muda o dialeto utilizado (a língua).
Para maiores Informações de Como utilizar ao certo o oriki, procure seu pai de santo (Babalorixá, Yalorixá, Mameto, Tateto, Babalawo, etc..), ou estude um pouco sobre a pronuncia do dialeto yoruba que não é difícil, particularmente aprendi lendo e ouvindo sozinho, dai você pode tirar um exemplo que força de vontade é um dos principais pontos para que na hora de louvar, reverenciar o Candomblé, orixás, santos, Deuses, vodun, etc..., você pode sim fazer, e dar o melhor de si, mesmo não tendo o yoruba como uma língua nata de nosso país.

Vamos Juntos no Candomblé!!!

Yèyé òpàrà !
Obìnrin bí okùnrin ní Òsun
A jí sèrí bí ègà.
Yèyé olomi tútú.
Opàrà òjò bíri kalee.
Agbà obìnrin tí gbogbo ayé n'pe sìn
Ó bá Sònpònná jé pétékí.
O bá alágbára ranyanga dìde

clique abaixo em Leia mais para ver a tradução:

Yèyé Opàrà !
Oxum é uma mulher com força masculina.
Sua voz é afinada como o canto do ega.
Graciosa mãe, senhora das águas frescas.
Opàrà, que ao dançar rodopia como o vento, sem que possamos vê-la.
Senhora plena de sabedoria, que todos veneramos juntos.
Que como pétékí com Xapanã.
Que enfrenta pessoas poderosas e com sabedoria as acalma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário